terça-feira, 16 de junho de 2015

Oficinas de Diplomática e Tipologia

Está chegando a hora!!!

O blog DIPLOMÁTICA EM CENA convida vocês, lindos leitores, a participar dessa experiência junto com a gente.


quarta-feira, 10 de junho de 2015

Comparando os planos

Estimados leitores,
O desafio que nos foi proposto nessa semana foi o de escolher dois documentos relacionados com a nossa oficina e classificá-los de acordo com os modelos de plano de classificação do Conarq e do  Senado Federal e Congresso Nacinal, de acordo com o contexto arquivístico do blog EM CENA no qual esses documentos estão inseridos.

Os documentos escolhidos pelo grupo foram o panfleto de divulgação da classificação indicativa e o vídeo institucional, também com fins publicitários, explicitados logo abaixo:




No contexto administrativo do blog Em Cena, os dois documentos possuem a mesma função, a de divulgação da Classificação Indicativa, apesar de serem de espécies diferentes, e seriam classificadas nos seguintes grupos:

Panfleto e Vídeo publicitário
Conarq
Senado Federal e Congresso Nacional
061.2 – Distribuição, promoção e divulgação
53.03.01 – Promoção da divulgação institucional

Dentro desses grupos, poderiam se criar subgrupos que compreendessem as séries documentais de acordo com a espécie documental (já que série é a conjunção de espécie e função do documento), uma para panfletos e outra para vídeos institucionais.

terça-feira, 9 de junho de 2015

Fluxograma

Olá queridos Cinéfilos!

    Em algumas postagens anteriores falamos um pouco do documento que seria usado na apresentação da nossa oficina, e como este seria usado. Teremos o exemplo de uma FICHA TÉCNICA AUDIOVISUAL como protagonista desta história.   
   Hoje viemos apresentar detalhadamente as etapas que nossa ficha cumpre desde a solicitação de classificação de um filme, até seu momento de guarda. De acordo com a proposta do professor, vamos mostrar esse processo por meio de um fluxograma desenvolvido no programa BIZAGI. E assim temos:


segunda-feira, 8 de junho de 2015

Não Convencional

Prezados,

Esta semana estamos trazendo a análise Diplomática e Tipológica de dois materiais não convencionais de arquivo que abordaremos na oficina final da disciplina. Normalmente realizamos análise de documentos textuais e em papel. Hoje, para quebrar a rotina, vamos analisar um panfleto de divulgação e um vídeo digital.

Mãos à obra:

Análise do objeto Panfleto de Divulgação


Classificação: não contém
Denominação: Panfletos de divulgação
Definição: Panfletos para divulgação do blog de diplomática e da classificação indicativa
Gênero: Imagético
Suporte: Papel
Formato: Panfleto
Forma: Original múltiplo
Produtor/titular: Diplomática em Cena
Emissor: Classificação Indicativa
Data tópica: Brasília
Data de emissão: A partir de 2012
Função Administrativa: Panfleto produzido para divulgação de campanha da classificação indicativa
Função Arquivística: Registrar os brindes que foram distribuídos durante a oficina da disciplina Diplomática e Tipologia da UnB
Contexto institucional/trâmite: O panfleto servirá como objeto de divulgação da oficina para atividade final da disciplina Diplomática e Tipologia da Universidade de Brasília. O material será distribuído durante a oficina como forma de atrativo para o estande e para divulgação do blog dos alunos e da Classificação Indicativa. Ao final, os alunos guardarão um exemplar como prova da distribuição do brinde aos visitantes.
Ordenação da série: Ordem de inserção do documento no acervo
Vigência administrativa: 3 anos
Condições de acesso: Restrito

Elementos externos
Conteúdo externo: Imagético
Linguagem: Publicitária
Sinais especiais: Não contém
Selo: Não contém
Anotações: Mensagem da campanha publicitária em vigor

Elementos internos
Protocolo inicial: Não contém
Conteúdo interno: Personagem da divulgação e mensagem da campanha

Protocolo final: Não contém


Análise do objeto Vídeo para Oficina

video


Classificação: Não contém
Denominação: Vídeo para Oficina
Definição: Vídeo mostrando gameplay de jogo para uso na oficina
Gênero: Audiovisual
Suporte: Documento eletrônico
Formato: Digital
Forma: Original
Produtor/titular: Diplomática em Cena
Emissor: Capcom
Data tópica: Brasília
Data de produção: Indefinido
Função Administrativa: Divulgação de oficina
Função Arquivística: Registrar a utilização de material para atrair visitantes na oficina
O vídeo servirá como objeto de divulgação da oficina a fim de atrair visitantes para atividade final da disciplina Diplomática e Tipologia da Universidade de Brasília. O material será exibido aos visitantes e eles entenderam o processo da Classificação Indicativa, os procedimentos e documentos gerados e o trâmite da documentação até a publicação no Diário Oficial da União.
Ordenação da série: Ordem de inserção do documento no acervo
Vigência administrativa: 3 anos
Condições de acesso: Restrito

Elementos externos
Conteúdo externo: Audiovisual
Linguagem: Animação
Sinais especiais: Créditos de apresentação da cena
Selo: não contém
Anotações: não contém

Elementos internos
Protocolo inicial: Não contém
Conteúdo interno: Parte do gameplay de jogo para utilização na oficina universitária

Protocolo final: Não contém

Referência:
DI PIETRO, Laila. e CARVALHO, Nathália. Organização de documentos audiovisuais e imagéticos: uma abordagem em diplomática e tipologia documental. Monografia de Graduação em Biblioteconomia. UnB. 2010.

Espero que tenham gostado.

Até a próxima! 

sexta-feira, 5 de junho de 2015

Estreias da Semana - 01/06

Confira os filmes que estreiam esta semana no Brasil e foram analisados e classificados pelo Ministério da Justiça. Lembramos que não cabe ao ministério proibir a exibição de filmes, mas informar sobre a faixa etária para os quais não se recomendam.

A espiã que sabia de menos
[Spy, Estados Unidos, 2014], de Paul Feig (Fox). Gênero: comédia. Classificação: 14 anos.

Qualquer gato vira lata 2
[Brasil, 2014], de Roberto Santucci, Marcelo Antunez (Downtown/Paris). Gênero: comédia. Classificação: 12 anos.

Romance policial
[Brasil, Chile, 2013], de Jorge Durán (Pandora). Gênero: suspense. Classificação: 14 anos.

Sangue azul
[Brasil, 2014], de Lírio Ferreira (Imovision). Gênero: drama. Classificação: 16 anos.

Tomorrowland - Um lugar onde nada é impossível
[Tomorrowland, Estados Unidos, 2014], de Brad Bird (Disney). Gênero: ficção científica. Classificação: 10 anos.

Top girl ou a deformação profissional
[Top Girl oder la déformation professionnelle, Alemanha, 2014], de Tatjana Turanskyj (Supo Mungam Films). Gênero: drama. Classificação: 18 anos.


Fonte: Ministério da Justiça

terça-feira, 2 de junho de 2015

Classificação Indicativa - Como funciona

Olá leitores,
Vocês sabem quais obras audiovisuais devem ser submetidas à análise pelo Ministério da Justiça?

De acordo com a Portaria 368/14, são passíveis de classificação indicativa:
I - obras audiovisuais destinadas à televisão e aos mercados de cinema e vídeo doméstico;
II - jogos eletrônicos e aplicativos; e
III - jogos de interpretação de personagens.

Essa análise pode ocorrer de duas mareiras: por análise prévia ou por monitoramento. Filmes para cinema, DVDs musicais, e séries lançadas comercialmente são analisadas previamente (Sim, a equipe do MJ tem um cinema só para eles e assistem a todos os filmes antes da estreia). Por monitoramento, ou seja, à posteriori, analisa-se o conteúdo de televisão aberta. Programas, novelas e filmes televisivos são autoclassificados pelas emissoras e a equipe da Classificação acompanha as obras por 60 dias. Nesse período, caso a classificação adotada pela emissora seja inadequada, o Ministério pode alterar essa faixa etária, o que pode gerar a mudança no horário de exibição.
Já os jogos eletrônicos são analisados por gameplay (um vídeo contendo os principais momentos do jogo) ou mesmo jogando-os nos consoles (Sim, tem gente que recebe para isso).

As TVS por assinatura estão dispensadas de apresentar o pedido de autoclassificação das obras ao Ministério, mas devem exibir a classificação adotada por elas de forma clara em sua programação. Além disso, as TVs devem apresentar algum tipo de controle parental, que permita aos pais restringirem o conteúdo que considerem inadequado aos seus filhos.
Peças teatrais, exposições artísticas e shows musicais também estão dispensados de apresentarem o pedido de autoclassificação ao MJ, sendo a classificação indicativa informada por elas de inteira responsabilidade dos exibidores.

Por isso, caros leitores, a equipe da Classificação Indicativa, infelizmente, não sabe ainda como será o final desta temporada de Game of Thrones, e só analisará a obra quando do lançamento do DVD.


sexta-feira, 29 de maio de 2015

Estreias da semana - 22/05

Confira os filmes que estreiam esta semana no Brasil e foram analisados e classificados pelo Ministério da Justiça. Lembramos que não cabe ao ministério proibir a exibição de filmes, mas informar sobre a faixa etária para os quais não se recomendam.

Terremoto: A falha de San Andreas 
[San Andreas, Estados Unidos, 2015], de Brad Peyton (Warner). Gênero: aventura. Classificação indicativa: 12 anos
Promessas de guerra 
[The Water Diviner, Austrália, 2014], de Russel Crowe (Paris). Gênero: drama. Classificação indicativa: 14 anos
A menina dos campos de arroz 
[La Rizière, China, França, 2010], de Xiaoling Zhu (Esfera). Gênero: drama. Classificação indicativa: Livre
Cauby: Começaria tudo outra vez
[Brasil, 2012], de Nelson Hoineff (Comalt). Gênero: documentário Classificação indicativa: 12 anos
O amuleto 
[Brasil, 2014], de Jeferson De (Downtown/Paris). Gênero: suspense. Classificação indicativa: 12 anos
Os últimos cangaceiros
[Brasil, 2011], de Wolney Oliveira (Imovision). Gênero: documentário Classificação indicativa: 14 anos
Permanência
[Brasil, 2014], de Leonardo Lacca (Vitrine Filmes). Gênero: drama. Classificação indicativa: 14 anos
Território do brincar
[Brasil, 2015], de David Reeks, Renata Meirelles (Maria Farinha Filmes). Gênero: documentário Classificação indicativa: Livre
The last Naruto: O filme 
[Naruto - The Last, Japão, 2014], de Tsuneo Kobayashi (PlayArte). Gênero: animação Classificação indicativa: Livre
Trocando os pés
[The Cobbler, Estados Unidos, 2014], de Thomas McCarthy (Imagem). Gênero: comédia. Classificação indicativa: 14 anos

Fonte: Ministério da Justiça